Notícias

Vacinação contra o HPV começa neste 10 de Março, em todo País

“Proteção começa cedo”, adverte a deputada Ana Perugini, da bancada do Partido dos Trabalhadores em São Paulo, ao chamar a atenção para a vacinação, em nível nacional, contra o HPV, de combate ao câncer do colo do útero, que começa na segunda-feira, dia 10 de Março. A campanha, sob a responsabilidade do Governo Federal, vai beneficiar as meninas de 11 a 13 anos de idade. “Indiscutivelmente, uma grande vitória para a saúde pública”, avalia a deputada, que, na Assembleia Legislativa, é coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres.

Mais informações

O vírus HPV (Papiloma Vírus Humano) é transmitido após contato com lesões da pele ou mucosa infectadas. A pessoa pode ter o vírus HPV e não sentir os sintomas da sua presença no organismo. Em razão disso é importante se prevenir. A forma mais comum de transmissão é pela via sexual. Em 70% dos casos de câncer do colo do útero foram encontrados os HPVs 16 e 18. A vacina quadrivalente (06, 11, 16 e 18) previne também outros tipos de câncer.  Será ministrada em três doses: a segunda, seis meses depois, e a terceira, após cinco anos.

HPV em números

Em 2015, 5.160 mulheres morreram em decorrência da doença. Em 2013, o Instituto Nacional do Câncer estimou o surgimento de 17.540 novos casos.

Direitos das Mulheres

O tema levou a deputada Ana Perugini a apresentar dois projetos de lei na Assembleia Legislativa: o primeiro, em 2007, que autoriza o Governo do Estado a promover a vacinação contra o HPV, e o segundo, em 2012, que instituiu o “11 DE MARÇO” como “Dia Estadual de Combate e Prevenção ao Câncer do Colo do Útero”. Este projeto já foi transformado em Lei, que leva o número 15.098, de 2013. É uma homenagem ao dia do nascimento do médico alemão, Harald Zur Hausen, principal pesquisador da vacina que agora será disponibilizada gratuitamente à sociedade brasileira.

Notícia anterior

Deputada Ana Perugini quer intensificar combate ao câncer do colo do útero

Próxima notícia

Em Piracicaba, Ana Perugini faz defesa do rio e do Centro de Reabilitação