Notícias

Indicado por Ana Perugini, Lar dos Velhinhos de Piracicaba vence Prêmio Zilda Arns

O Lar dos Velhinhos de Piracicaba, instituição centenária do interior paulista, é um dos vencedores do Prêmio Zilda Arns pela Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa. A “Primeira Cidade Geriátrica do Brasil”, título que ostenta desde 1971 pelo pioneirismo na assistência a pessoas com mais de 60 anos, concorreu à premiação nacional por indicação da deputada federal Ana Perugini.

A escolha dos cinco ganhadores da primeira edição do prêmio, criado pela Câmara dos Deputados como forma de reconhecimento a pessoas e instituições que se destacaram em ações em defesa dos direitos dos idosos, ocorreu na terça-feira (8).

“Reconhecimento mais que merecido. O trabalho do Lar dos Velhinhos de Piracicaba é feito com muito carinho, amor e extremo profissionalismo. Apesar de todas as dificuldades, uma alegria e uma paz insuperáveis pairam na ‘cidade dos idosos’. O doutor Jairo [Jairo Mattos, presidente da entidade], sua equipe e os moradores nos ensinam a ter esperança em dias melhores e em um país verdadeiramente democrático e inclusivo”, avaliou a deputada Ana.

Agora, além de pioneiro no atendimento integral ao idoso, o Lar piracicabano se tornará a primeira entidade do interior de São Paulo a receber o prêmio, em sessão solene marcada para o próximo dia 13 de junho, no Plenário Ulysses Guimarães, na Câmara Federal.

O presidente do Lar agradeceu à deputada pelo empenho na conquista do prêmio. “Eu me senti muito honrado pela indicação e estou muito feliz com esse resultado. O Prêmio Zilda Arns é um importante reconhecimento da importância do nosso trabalho no cuidado com a saúde e na defesa dos direitos de idosos e idosas”, comentou Jairo Mattos, emocionado.

Também ganharam o prêmio a promotora de justiça paulista Anna Trotta Yaryd, do Fórum Regional do Jabaquara, em São Paulo, a Conferência Vicentina de Lages (SC), o Instituto Juvino Barreto (RN) e a Pastoral da Pessoa Idosa do Paraná.

LAR DOS VELHINHOS

O Lar dos Velhinhos de Piracicaba foi fundado em 26 de agosto de 1906 pelo empresário Pedro Alexandrino de Almeida. Às vésperas do 112º aniversário, a entidade é a casa de aproximadamente 500 homens e mulheres. Além de moradia, amor e carinho, o Lar oferece alimentação, higiene, vestuário, saúde preventiva, fisioterapia, terapia ocupacional, serviço social, psicologia, enfermagem, acupuntura, nutrição, recreação, além de atendimentos odontológico, médico e religioso. É uma das entidades mais tradicionais de Piracicaba e referência nacional e internacional na defesa e no abrigo de idosos.

PRÊMIO ZILDA ARNS

Criado em setembro de 2017, o Prêmio Zilda Arns consiste em um diploma de menção honrosa, concedido a até cinco homenageados. Seu nome reverencia Zilda Arns Neumann, médica pediatra que atuou em causas humanitárias e sanitaristas, dentro e fora do país, e foi uma das fundadoras das pastorais da Criança e da Pessoa Idosa. Zilda morreu há oito anos, no terremoto que deixou cerca de 300 mil mortos, no Haiti.

Notícia anterior

Ana Perugini se reúne com governador do Estado e propõe obras anticongestionamentos na RMC

Próxima notícia

Deputada Ana Perugini propõe debates sobre luta por moradia em SP