Notícias

Ana Perugini vai ao Governo de SP e pede liberação de emendas para Apaes e a saúde de municípios

A deputada federal Ana Perugini se reuniu nesta segunda-feira (22) com o secretário-chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo, Samuel Moreira, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. No encontro, a parlamentar pediu a liberação de emendas parlamentares apresentadas aos orçamentos estaduais de 2013, 2014 e 2015, durante seu segundo mandato como deputada estadual.

Ana entregou uma relação com mais de 100 emendas pendentes, num total de mais de R$ 10 milhões, e solicitou ao secretário atenção ao Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba, ao qual indicou R$ 100 mil, em 2014, para compra de equipamentos necessários para a realização de exames. A unidade hospitalar é referência na região de Piracicaba e enfrenta dificuldades para manter sua estrutura.

Em março deste ano, Ana esteve no hospital, onde foi recebida pelo presidente José Coral. O gestor explicou que a defasagem da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) e o corte de investimentos por parte do governo federal têm agravado a situação da unidade. Na ocasião, a deputada também esteve no gabinete do prefeito Barjas Negri.

Coordenadora da Frente Parlamentar Mista de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente no Estado, a parlamentar também pediu atenção às associações de pais e amigos dos excepcionais. Entre 2013 e 2015, Ana indicou R$ 370 mil a Apaes paulistas. Os recursos, no entanto, ainda não foram liberados. Estão pendentes recursos para as Apaes de Bernardino de Campos (R$ 100 mil), Pederneiras (R$ 100 mil), Ipaussu (R$ 50 mil), Salto Grande (R$ 50 mil), Tupi Paulista (R$ 40 mil) e Paraguaçu Paulista (R$ 30 mil).

Após receber o relatório, o secretário falou das dificuldades orçamentários do Estado e se comprometeu a analisar as pendências, para ver de que forma pode atender os municípios e as entidades assistenciais indicadas pela parlamentar.

Notícia anterior

Deputada Ana Perugini participa de café da manhã com Movimento de Moradia

Próxima notícia

Com humanidade e desenvolvimento, nosso futuro, por nós, hortolandenses!