Notícias

Ana Perugini recebe certificado de agradecimento do CAISM

A cerimônia que também comemorou os 32 anos de vida do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) aconteceu no Anfiteatro do Hospital da Mulher J. A. Pinotti, na manhã desta sexta-feira (27). Além dos deputados que indicaram recursos para manutenção, obras e troca de equipamentos do Hospital da Mulher, uma homenagem foi preparada para professores e funcionários que completaram 30 anos de dedicação ao CAISM.

Toda a história do CAISM e da Unicamp foi apresentada pelo Dr. Luis Sarian, Superintendente do Caism e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.

Para o Dr. Sarian, o CAISM, inaugurado em 1986, tinha uma expectativa de vida de apenas 10 anos. Ao longo desse tempo, no entanto, se consolidou como referência para o ensino, pesquisa e assistência especializada à saúde da mulher e do recém-nascido. Para a sobrevivência e manutenção do Hospital, algumas medidas foram adotadas. A comunicação e o marketing foram estruturados e um reforço na captação de recursos foi providenciado.

“Me lembro ainda como cheguei na Câmara dos Deputados pela primeira vez para falar com a deputada Ana Perugini. Estava ansioso e nervoso, mas precisava de um novo equipamento de braquiterapia, pois o antigo estava praticamente parando de funcionar. Fiquei muito feliz ao ser atendido prontamente pela deputada que indicou os recursos necessários e agora vamos dobrar a capacidade de atendimento com o novo equipamento que chega no Hospital daqui a três meses” comemorou Sarian.

Ao receber o certificado do Prof. Marcelo Knobel, reitor da Unicamp, a deputada Ana Perugini agradeceu a homenagem, sem esconder a felicidade pela contribuição ao CAISM: “O ideal seria que os hospitais recebessem todos os recursos necessários para cuidar das pessoas, sem que para isso, fosse preciso recorrer às indicações de emendas. Precisamos de uma política fraterna, solidária e responsável. Deixo aqui o meu coração e gratidão pela oportunidade”, disse a deputada, que em Brasília, acaba de assumir a presidência da Comissão em Defesa dos Direitos da Mulher.

A emenda no valor de R$ 2.497.819 foi repassada pelo Ministério da Saúde, em 2017 e segundo o Dr. Sarian o novo equipamento deve chegar no Caism até Julho. A braquiterapia (radioterapia interna), é fundamental no tratamento de mulheres com câncer de colo de útero. Hoje, o atendimento no Caism é feito com um equipamento instalado em 2000, que vem a cada dia perdendo a eficácia.

Com a nova máquina o número de pacientes atendidas será ampliado em quatro vezes, reduzindo filas e tempo de espera de mulheres que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS). A modernização vai aumentar as chances de cura e melhorar a qualidade de vida das mulheres em tratamento.

O Caism atende cerca de 42 cidades abrangidas pelo Departamento Regional de Saúde VII (DRS VII) que totalizam cerca de 5 milhões de pessoas.

 

Notícia anterior

O cuidado com o idoso e o Brasil que queremos

Próxima notícia

Ana Perugini vai ao Governo de SP e pede recursos para a saúde de Hortolândia