Notícias

Ana Perugini questiona venda de área do pré-sal a empresa francesa

A deputada federal Ana Perugini questionou a venda de participações em ativos da Petrobras à empresa francesa Total. O acordo entre as companhias, estimado em US$ 2,2 bilhões (o equivalente a quase R$ 7 bilhões), foi assinado em 28 de fevereiro e envolve, entre outros pontos, blocos de exploração de campos de pré-sal e usinas térmicas.

De acordo com a Petrobras, o negócio prevê a cessão de 22,5% dos direitos de exploração do campo de Iara e de 35% do campo de Lapa, que começou a operar no dia 20 de fevereiro, na costa paulista. Além disso, Petrobras e Total estarão associadas em partes iguais nas centrais térmicas Rômulo de Almeida e Celso Furtado, na Bahia, que têm capacidade de geração de 322 megawatts.

“O Tribunal de Contas da União (TCU) não permitiu os ativos envolvidos nessa operação. Mesmo assim, a operação ocorreu. Solicitamos ao ministério informações mais detalhadas, a fim de que a população brasileira saiba o que realmente está acontecendo”, afirmou a parlamentar, na justificativa do requerimento número 2.763/2017, protocolado na última quarta-feira (8), na Câmara dos Deputados, dirigido ao ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

No documento, a deputada – que integrou a Comissão de Minas e Energia na Câmara entre 2015 e 2016 – cita a repercussão do acordo de cooperação na imprensa francesa. Veículos tradicionais como o diário Les Echoes e a Radio France classificaram o negócio como interessante e avaliaram que a Total pagou pouco em relação ao que vai lucrar extraindo o petróleo brasileiro.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara dos Deputados, na manhã desta quinta-feira (9), Ana Perugini comentou o acordo. “Nossos campos de pré-sal estão sendo entregues à França, a preço de banana”, discursou, ao denunciar o que chamou de desmonte do Estado brasileiro.

Notícia anterior

Ana Perugini abre luta de mulheres contra reformas no interior de São Paulo

Próxima notícia

Ana Perugini propõe lei que garante sigilo de fonte a blogueiros