Notícias

Ana Perugini quer saber como governo está combatendo doenças negligenciadas

A deputada federal Ana Perugini pediu informações ao Ministério da Saúde sobre as ações adotadas pelo governo brasileiro no combate às doenças negligenciadas – nome dado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a um grupo de 21 enfermidades causadas por agentes infecciosos e parasitas, endêmicas em populações de baixa renda.

Por meio do requerimento 3.150/2017, protocolado na Câmara dos Deputados, a parlamentar questiona o ministro Ricardo Barros em relação às políticas públicas em desenvolvimento no país, o número de pessoas atendidas nos últimos três anos e o tipo de atendimento prestado em cada uma das 27 unidades da federação.

Ana ainda pergunta se o governo mantém uma rede de apoio aos familiares, pede uma lista detalhada com todos os medicamentos à disposição dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e a indicação de onde podem ser encontrados.

No documento, a parlamentar cita uma reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, na qual o Ministério da Saúde informa que os casos de sífilis voltaram a crescer no Brasil, entre 2014 e 2015, após um período de estabilidade. Segundo o governo, o aumento chegou a 32,7%, nos casos de sífilis adquirida (em adultos).

“O governo admite que se enfrenta uma epidemia, dado o grande número de casos, mas este não é o único caso de doença negligenciada que cresceu no país, mesmo com promessas de erradicação feitas pelo governo federal”, escreveu a deputada.

O requerimento aguarda análise da Mesa Diretora da Câmara Federal, para ser encaminhado ao ministro Ricardo Barros.

Conscientização

No dia 18 de agosto, a deputada federal Ana Perugini participou de um debate sobre o assunto, na Câmara Municipal de Campinas. O evento, promovido pela Associação dos Portadores de doença de Chagas de Campinas e Região (Accamp) e pelo vereador Pedro Tourinho (PT), reuniu o pesquisador Pedro Albajar Vinas, um dos responsáveis pela área de doenças negligenciadas da OMS, médicos especialistas, membros do Conselho Municipal de Saúde, além de representantes de associações que apoiam portadores e famílias.

Durante o encontro, Ana se comprometeu a cobrar ações do governo e a apresentar um projeto de lei, na Câmara dos Deputados, propondo a criação da Semana Nacional de Conscientização das Doenças Negligenciadas.

Segundo a OMS, 1,6 bilhão de pessoas sofrem com doenças negligenciadas em todo mundo, sendo que 500 milhões são crianças. No Brasil, estima-se que 16 milhões de pessoas sejam atingidas por doenças como Chagas, leishmaniose, hanseníase, elefantíase, raiva, esquitossomose, dengue e chicungunya.

Notícia anterior

Com voto de Ana Perugini, proposta de separação de internos por sexo avança na Câmara

Próxima notícia

Ana Perugini integra bancada em defesa dos municípios na Câmara Federal