Notícias

Ana Perugini propõe utilização de faixa operacional em horários de pico na SP 101

A deputada federal Ana Perugini esteve na concessionária Rodovias Tietê nesta sexta-feira (16) para protocolar ofício que solicita medidas para mitigar os congestionamentos da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP 101) em horários de pico.

A deputada pediu esclarecimentos ao diretor presidente, Emerson Luiz Bittar, sobre a responsabilidade da manutenção dos pontos de ônibus e sobre a segurança nas rodovias atendidas pela concessionária, uma vez que o número de mortes e roubos ao longo da rodovia tem aumentado substancialmente.

Sobre a manutenção dos pontos de ônibus, Emerson Bittar, explicou que a empresa herdou os pontos de ônibus dos municípios quando assumiu a administração da rodovia e que a maioria deles estão irregulares. Esclareceu ainda que, por força de decreto do governador do estado, as concessionárias não estão obrigadas a fazer manutenção de pontos de ônibus. “A responsabilidade é da empresa de ônibus que trafega no local. Mesmo assim, a concessionária tem feito melhorias, sobretudo nas proximidades de passarelas, visando maior segurança de pedestres e motoristas”, esclareceu Bittar.

Ainda segundo o diretor presidente, vários estudos foram feitos com o objetivo de criar alternativas para solucionar os congestionamentos na rodovia. Não há, contudo, em sua opinião, nada que possa ser feito, se não for resolvidas as irregularidades existentes no trevo da Bosch (Lix da Cunha), um dos maiores responsáveis pelo engarrafamento que afeta as rodovias da região de Campinas.

“Nos próximos dias, uma equipe técnica da concessionária vai avaliar a situação dos pontos de ônibus nas proximidades do jardim Rosolen, em Hortolândia. Paralelamente, vamos avaliar a proposta que prevê a utilização de faixa operacional em horários de pico. Antes de qualquer coisa é preciso autorização da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), anunciou Emerson Bittar.

Autoban e Artesp

No fim de janeiro deste ano, a deputada federal Ana Perugini esteve na sede da Autoban para tratar sobre o mesmo assunto, ou seja, os congestionamentos da rodovia SP 101. A preocupação da deputada é o fluxo de veículos que sai da rodovia Bandeirantes, sentido interior, e vai até a entrada da cidade de Hortolândia apenas para retornar.

Na ocasião, o diretor da Autoban, Mauricio Vasconcellos, apresentou à deputada projeto da concessionária para implantação de um dispositivo com saída para a Rodovia SP 101, sentido interior. No entanto, a implantação depende de autorização da Artesp. Segundo Vasconcellos, a obra não está no plano de investimentos da Autoban. “Tecnicamente, não há nenhuma dificuldade em implantar o dispositivo. É uma obra simples e muito eficaz”, avaliou Mauricio Vasconcellos. De acordo com a Autoban, o projeto é de conhecimento da Artesp.

Ao término da reunião, Ana Perugini disse que vai propor uma reunião com a diretoria da Artesp, para pedir a realização da obra.

A complementação do trevo no entroncamento das rodovias SP-101 e Bandeirantes é uma reivindicação antiga de motoristas e moradores de Hortolândia. Em 2007, em seu primeiro mandato como deputada estadual, Ana se reuniu com o então secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce, para tratar do assunto. De lá pra cá, foram várias reuniões, envolvendo secretários de Estado, vereadores, prefeitos e integrantes da sociedade civil.

Notícia anterior

Fach/Uniesp terá aula inaugural com Eduardo Suplicy

Próxima notícia

Ana Perugini vê arbitrariedade no decreto de intervenção no Rio