Notícias

Ana Perugini promove debate sobre tráfico de pessoas na Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados realiza no próximo dia 30 de agosto a audiência pública “Tráfico de pessoas: precisamos combater esse crime”. A atividade foi proposta pela deputada federal Ana Perugini, coordenadora nacional da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres, por meio de requerimento aprovado no início da tarde desta quarta-feira (16) pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. O debate contará com a participação da jornalista Priscila Siqueira, ativista que atua no Litoral Norte paulista, uma das principais rotas do tráfico de mulheres do país.

Priscila é paranaense, radicada em São Paulo e atuou como articuladora da ONG (organização não governamental) Serviço de Prevenção ao Tráfico de Mulheres e Meninas (SMM). Atualmente, está aposentada e viaja o país dando palestras sobre o tema.

A ativista foi indicada este ano pela deputada Ana Perugini ao Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós, entregue anualmente pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Federal a mulheres que tenham contribuído para o pleno exercício da cidadania, na defesa dos direitos da mulher e nas questões de gênero. A entrega do prêmio será feita no último trimestre do ano, em sessão solene da Câmara Federal.

“O tema é pertinente e precisa ganhar visibilidade no cenário nacional, principalmente nesse momento de exclusão de direitos e acirramento do Estado repressor, com leis absolutamente punitivas”, afirmou a parlamentar, ao defender a aprovação do requerimento, na Comissão da Mulher. “A audiência pública é fundamental nesse momento que estamos vivendo, de intolerância, queda na economia, caos, inclusive, internacional, com aumento do tráfico humano, especialmente da prostituição e do tráfico de mulheres”, concluiu Ana.

Aprovada por unanimidade pela comissão, a proposta da deputada foi elogiada pelas demais parlamentares. “Esse tema é muito importante. Inclusive, é mais frequente do que a gente imagina. Principalmente com meninas de rua, que pouca gente dá falta; elas são sequestradas e levadas para o tráfico e para a prostituição”, avaliou a deputada Dâmina Pereira.

“As fronteiras desprotegidas do nosso país são portas abertas para o armamento ilegal, para o tráfico de drogas e também para o tráfico de pessoas. Essa discussão é muito importante para buscarmos mecanismos para combater esse crime”, afirmou a deputada Conceição Sampaio. “Na verdade, não é só tráfico de pessoas; é cárcere privado, incitação à prostituição, abuso, estupro e uma série de outros crimes”, concluiu a deputada Laura Carneiro, que presidiu a reunião da comissão e também parabenizou Ana pela iniciativa.

PARTICIPE

Audiência pública “Tráfico de pessoas: precisamos combater esse crime”
Data
: 30 de agosto
Horário: a partir das 14h30
Local: Plenário 3 da Câmara dos Deputados

 

Notícia anterior

A Lei Maria da Penha e as violências invisíveis

Próxima notícia

Ana Perugini participa de debate sobre doenças negligenciadas em Campinas