Notícias

Ana Perugini expõe projeto sobre trabalho não remunerado em encontro da ONU

A deputada federal Ana Perugini vai participar da 15ª Reunião Internacional de Especialistas sobre Uso do Tempo e Trabalho Não Remunerado. O evento, que será realizado nestas quinta (8) e sexta-feira (9), na Cidade do México, é promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Convidada pela ONU Mulheres, Ana Perugini vai compartilhar com os demais participantes suas ações no Congresso Nacional, na luta pelos direitos e pela autonomia das mulheres, além da proposta de inclusão do trabalho doméstico não remunerado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todas riquezas produzidas no Brasil -, prevista no projeto de lei 7.815/2017, apresentado pela parlamentar à Câmara dos Deputados na última terça-feira (6).

No texto, Ana defende a inclusão das atividades domésticas sem remuneração, como afazeres domésticos, administração do lar e cuidados com crianças, idosos e enfermos, no Sistema de Contas Nacionais, ferramenta usada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a aferição do desenvolvimento econômico e social do país.

A reunião na Cidade do México faz parte das atividades do Grupo de Trabalho de Estatísticas de Gênero da Conferência de Estatística das Américas (CEA-Cepal) e tem como objetivo promover o debate e o compartilhamento de informações e de experiências dos países da América Latina e do Caribe, em relação à mensuração do trabalho não remunerado – principalmente o de cuidados.

De acordo com a Cepal, a reunião será um espaço para a avaliação de formas de ampliação da capacidade de produção e de análise de dados sobre uso do tempo e trabalho não remunerado para o desenvolvimento de políticas que contribuam com a redução da desigualdade entre homens e mulheres nos países.

Participarão do encontro ministras de Estado, parlamentares, dirigentes da Cepal, representantes da ONU Mulheres de diversos países, além de representantes de empresas e de órgãos como o Instituto Nacional das Mulheres do México (InMujeres) e o instituto de estatística e geografia mexicano (Inegi).

A deputada federal Ana Perugini é coordenadora-geral da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres no Congresso Nacional, 2ª coordenadora-adjunta da Bancada Feminina da Câmara Federal e integrante da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Casa Legislativa.

Notícia anterior

Ana Perugini vai responder perguntas enviadas pela internet em seminário

Próxima notícia

Ana Perugini propõe lei para valorizar trabalho doméstico não remunerado