Notícias

Ana Perugini convida especialistas para debater violência online contra a mulher

A cada dez mulheres conectadas à internet no mundo, pelo menos sete já sofreram algum tipo de violência online. O dado é da Organização das Nações Unidas (ONU) e serve de ponto de partida para a audiência pública “Mulheres, violências e mídias sociais: como prevenir e combater crimes de ódio contra as mulheres na internet?”, que ocorre nesta quinta-feira (28), na Câmara dos Deputados. O debate, proposto pela deputada federal Ana Perugini, vai ser realizado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, em conjunto com a Secretaria da Mulher da Casa Legislativa e com participação das deputadas Erika Kokay (PT/DF) e Laura Carneiro (PMDB/RJ).

Para Ana, o debate é fundamental num momento em que novas modalidades de crime contra as mulheres estão surgindo na rede e sendo propagadas com ajuda das mídias sociais. “A violação da privacidade, a perseguição e a exposição pública das mulheres consiste em violência contra a mulher, e esses crimes realizados no âmbito da internet têm abrangência negativa, que ultrapassa qualquer barreira territorial, e seus efeitos devastadores acompanham a vítima para o resto de sua vida”, avaliou a parlamentar, que é coordenadora-geral da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.

A audiência pública, viabilizada pelo requerimento 69/2017, contará com as participações de Janara Sousa, professora da Universidade de Brasília (UnB) e coordenadora do projeto “Escola de App: enfrentando a violência online contra meninas”; Lola Aronovich, professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) e autora do blog Escreva Lola Escreva; Juliana Cunha, coordenadora do serviço de orientação para meninas e mulheres que sofreram violência na Internet, da ONG SaferNet; da delegada federal Diana Calazans Mann; e de Mônica Rosina, gerente de Políticas Públicas do Facebook.

O debate vai ser transmitido ao vivo pelo Portal e-Democracia – criado pela Câmara para ampliar a participação popular no processo legislativo. Além de assistir à audiência pelo computador, tablet ou smartphone, o usuário poderá fazer comentários e enviar perguntas aos participantes, antes e durante o evento.

Basta acessar entrar na sala virtual , fazer o cadastro e iniciar a interação. As perguntas mais votadas pelos internautas serão encaminhadas à mesa e respondidas pela deputada Ana Perugini e demais participantes. A sala de interatividade já está aberta aos usuários e apta ao recebimento de questões e comentários.

PARTICIPE

Audiência pública “Mulheres, violências e mídias sociais: como prevenir e combater crimes de ódio contra as mulheres na internet?”
Data: 28 de setembro
Horário: a partir das 9h30
Local: Plenário 14 da Câmara dos Deputados

Notícia anterior

Comissão da Mulher deve analisar PL da economia do cuidado nesta quarta-feira (27)

Próxima notícia

Projeto de Ana Perugini que garante direito de manter nome de casado recebe parecer favorável na Câmara