Notícias

Ana Perugini cobra retomada da política de expansão de institutos federais

A deputada federal Ana Perugini, coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa da Implantação do Plano Nacional de Educação (PNE) no Estado de São Paulo, está cobrando do governo federal a retomada da política de expansão da rede de institutos de educação, considerada uma das mais bem-sucedidas ações do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a partir de 2003.

“O atual governo precisa reconhecer as necessidades regionais e valorizar os municípios que atenderam aos requisitos para a formalização das parcerias, como a cessão de áreas para a implantação das unidades planejadas e, em muitas circunstâncias, anunciadas publicamente como conquistas da população”, argumenta a deputada Ana, uma municipalista convicta.

Por intermédio do requerimento registrado sob número 3.149, de 30 de agosto, Ana Perugini promove uma série de questionamentos ao ministro da Educação, Mendonça Filho, levando em conta o plano de expansão das unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no Estado de São Paulo, adotado pelo presidente Lula e endossado no governo de Dilma Rousseff.

Quantos e em que locais estavam previstos campus do instituto, em que etapa se encontram os que ainda não foram concluídos e qual o prazo para a entrega dessas unidades são algumas das questões levantadas pela deputada, como forma de esclarecer as dúvidas elencadas pelas lideranças municipais da área educacional de várias regiões do Estado de São Paulo.


Fortalecimento dos institutos

Em dezembro, Ana Perugini protocolou na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6.636/2016, que prevê a instalação de um campus do Instituto Federal em Paraguaçu Paulista, município da região oeste do Estado de São Paulo.

Antes de apresentar a proposta, que tramita na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), a deputada visitou o imóvel cedido para a instalação da unidade, realizou uma mesa-redonda com moradores e autoridades da cidade e auxiliou na formação de uma comissão para acompanhar o processo de instalação.

Além de defender a implantação de novos institutos federais no país, Ana Perugini tem trabalhado pela expansão e melhoria de estruturas já existentes. Em agosto de 2015, após constatar o abandono do canteiro de obras do segundo campus de Campinas, a deputada questionou o Ministério da Educação, por meio de requerimento, e o processo de licitação foi reaberto logo em seguida. As obras foram retomadas em janeiro do ano passado, após seis anos de paralisação, com previsão de término em 2018.

A melhoria da estrutura do campus São Carlos, na região central do Estado, também faz parte da luta da parlamentar em defesa dos institutos. A unidade, que funciona na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), tem problemas de acesso, o que tem dificultado o dia a dia de alunos, professores e funcionários.

Ana também indicou uma emenda no valor de R$ 650 mil para a expansão do campus de Hortolândia, município da Região Metropolitana de Campinas.

Notícia anterior

Ana Perugini propõe rede de combate e campanha contra tráfico de pessoas

Próxima notícia

Em ‘dia histórico’, reitor da Unicamp agradece Ana Perugini por investimento de R$ 2,5 milhões no Hospital da Mulher - CAISM