Notícias

Ana Perugini apoia debate sobre alta dos combustíveis e do gás de cozinha

A deputada federal Ana Perugini defendeu a realização de audiência pública, na Câmara dos Deputados, para discutir o elevado preço dos combustíveis no país. A manifestação da parlamentar ocorreu na manhã desta quarta-feira (29), durante reunião da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Casa Legislativa.

A proposta de debater a nova política de preços da Petrobras, que tem provocado reajustes semanais nos preços dos derivados de petróleo, foi apresentada pelo deputado Tenente Lúcio (PSB/MG) e aprovada pelos parlamentares presentes.

Segundo ele, os aumentos sucessivos têm comprometido o orçamento das famílias e ameaça o trabalho dos caminhoneiros, que podem parar a qualquer momento, por conta do descompasso entre custo do serviço e o valor do frete.

“Infelizmente, nós não temos hoje as panelas batendo nas ruas, com a alta dos combustíveis e do gás de cozinha. Nós precisamos alertar o povo brasileiro sobre o que pode acontecer, inclusive com uma greve dos caminhoneiros. Antes que isso aconteça, é importante que façamos essa audiência, para que haja uma explicação em relação a esses elevados preços”, afirmou a deputada Ana, que assinou o requerimento 195/2017, aprovado pela comissão.

No texto, o deputado sugeriu que sejam convidados representantes dos Ministério da Fazenda, da Petrobras, da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e da Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

POLÍTICA CORRÓI RENDA DAS FAMÍLIAS

Em vigor desde julho, a nova política de preços da Petrobras corrói a renda das famílias e afeta o desenvolvimento do país. O preço do botijão de gás (GLP – gás Liquefeito de petróleo) de 13 quilos, por exemplo, sofreu quatro reajustes entre setembro e outubro, num aumento acumulado de 44,8%.

Os preços dos combustíveis, elevado semanalmente nas bombas, às vezes mais de uma vez, dispararam. Depois do último reajuste, anunciado segunda-feira (27), o litro da gasolina rompeu a barreira dos R$ 4 e bateu novo recorde.

Notícia anterior

Ana Perugini põe crimes de ódio contra mulheres na internet em debate nos ‘16 Dias de Ativismo’

Próxima notícia

Comissão de Minas e Energia aprova isenção de impostos para caminhoneiros