Notícias

“A grande pauta do PT é o Plano Nacional de Educação”

A afirmação é da deputada Ana Perugini em encontro do Partido dos Trabalhadores (PT) da região de Amparo, realizado nesta sexta-feira (03/07), na Câmara Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, cidade conhecida como “A princesa da serra”.

Ana Perugini explicou que a peregrinação pelos municípios é parte de uma estratégia do PT e do mandato que verificaram a necessidade da presença constante dos parlamentares do partido para compartilhar os avanços e as dificuldades do partido após o 5º Encontro Nacional do PT, realizado em Salvador(BA), em junho. A deputada disse que parte de sua agenda está sendo dedicada ao partido, e “é assim que deve ser se queremos um partido forte e coeso, sobretudo em momentos como esse em que a direita se articula para desqualificar a presidenta Dilma, isolar o presidente Lula e acabar com o Partido dos Trabalhadores”, desabafou a deputada.

Dirigentes e lideranças da região agradeceram a presença da deputada e demonstraram certa preocupação com o que chamaram “excesso de burocracia” do partido, sobretudo a obrigatoriedade de cotas para negros, jovens e mulheres nas eleições. A defesa das cotas foi feita pelo próprios dirigentes que afirmaram que políticas afirmativas são necessárias para garantir a igualdade de oportunidades para as minorias dentro e fora do PT. “Vivemos em uma sociedade extremamente sexista e machista”, afirmou Tobias Expedito Gasparini, secretário de organização do PT de Amparo, ao apontar o quadro de vereadores da Câmara. “Vejam, o quadro de vereadores de toda a história de Serra Negra. Nenhum negro e apenas uma mulher. Se não tiver a reserva de vagas para as minorias, essa situação não vai mudar”, disse.

Em votação recente na Câmara dos Deputados, os parlamentares rejeitaram a reserva de vagas para as mulheres, apesar da extenuante negociação com os líderes. “Nem os 10% que já existe hoje os deputados aceitaram”, ressaltou Ana Perugini. Entretanto, “a nossa causa é nobre e precisamos nos preparar para o debate, apesar da intolerância, do fundamentalismo religioso via discurso político e até de tentativas de quebra de inconstitucionalidade”, afinal, continuou a deputada, “a vida não é só de dores, tem muita coisa boa acontecendo”, afirmou a deputada, que na Câmara dos Deputados, integra a Comissão de Educação, além da Frente em Defesa da Implantação do Plano Nacional de Educação (PNE).

O encontro reuniu lideranças e dirigentes das cidades de Serra Negra, Amparo, Socorro, Jaguariúna, Monte Alegre do Sul e Águas de Lindoia, representados pelos companheiros vereador Paulão da Farmácia(pres. PT Serra Negra); Vereadores Bruno, Donisete Urbano e José Carlos Carnier, acompanhados do presidente da legenda em Amparo, Carlos Eduardo Canina; Professor José Joaquim, presidente do PT de Socorro; Professor Paulo Carioca, coordenador da microrregião do PT do Circuito das Águas Paulista (Águas de Lindoia); Vereador José Eduardo Manzo, de Monte Alegre do Sul; Edson Cardoso e Flávio, do Sindicato dos Metalúrgicos de Jaguariúna e Osvaldo Leme “Bidu”, diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis,
Bares e Restaurantes de Serra Negra, ambos sindicatos ligados à Central Única dos Trabalhos (CUT).

Notícia anterior

Deputada Ana Perugini propõe parceria com a Fundação Perseu Abramo

Próxima notícia

Deputada Ana Perugini vai a Monte Mor para sorteio do Minha Casa, Minha Vida